Diálogo: Desafios e Perspectivas da Incorporação de Tecnologias em Saúde no Brasil
Acesso Imediato
Banner PagSeguro

Docente: Maria Eugênia Carvalhaes Cury

Maria Eugênia Carvalhaes Cury

Farmacêutica, graduada pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUCCAMP). Mestre em Educação do Ensino Superior pela Faculdade de Educação da PUCCAMP. Especialista em Planejamento e Gerenciamento em Saúde pela Faculdade de Ciências Médicas da PUCCAMP. Especialista em Atenção Farmacêutica – Formação em Farmácia Clínica pelo Instituto Racine. Possui quinze (15) anos de experiência em docência, atuando como professora e Coordenadora do Curso de Ciências Farmacêuticas da PUCCAMP, cinco (05) anos como farmacêutica da Secretaria de Saúde da Prefeitura de São Paulo, sete (07) anos como Gerente Geral de Monitoramento de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Atua como Coordenadora de Cursos e no Desenvolvimento de Projetos Educacionais no Instituto Racine.


Diálogo: Desafios e Perspectivas da Incorporação de Tecnologias em Saúde no Brasil

Carga horária estimada: 02h

Licença: 15 dias.


INVESTIMENTO

GRÁTIS!


O processo decisório de incorporação, exclusão e alteração tecnológica é feito por meio de Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS) e busca a promoção e a proteção da saúde da população assistida. A ATS é a síntese do conhecimento produzido sobre as implicações da utilização das tecnologias, constitui subsídio técnico importante para a tomada de decisão e é fundamental para a melhoria das condições de vida da população.

Informamos que é terminantemente proibida a reprodução total ou parcial, execução pública, modificação, transformação, cópia, distribuição, comercialização ou qualquer outra forma de exploração e manipulação dos conteúdos desta plataforma, dos seus dispositivos técnicos, conteúdos, aplicações, códigos fonte, desenho, seleção e forma de apresentação dos materiais, e, em geral, da informação contida nesta plataforma. Todos os direitos são reservados ao Autor de acordo com a Lei nº 9.610, de 19/02/1998.

Profissionais da área da saúde, em especial farmacêuticos, biomédicos, enfermeiros, médicos, da engenharia clínica, da economia e do direito. Indicado, também, para gestores de serviços de saúde e para docentes dos cursos de graduação e pós-graduação nas áreas citadas e a outros profissionais que lidam com assuntos relacionados a este tema.

Rosana Mastelaro
Farmacêutica, graduada pelas Faculdades Oswaldo Cruz. Especialista em Gestão de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou por 17 anos em diferentes segmentos da Indústria Farmacêutica nas áreas de Treinamento, Garantia de Qualidade, Atendimento ao Consumidor, Assuntos Regulatórios e como Responsável Técnica. Especialista em Homeopatia e Cosmetologia. Atualmente é Gerente de Assuntos Regulatórios do Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo, onde é responsável pela divulgação e orientação aos associados em relação à regulamentação sanitária aplicável ao Registro e Pós Registro de Medicamentos, Farmacovigilância, Serviço de Atendimento ao Consumidor, Pesquisa Clínica e Comércio Exterior, além da coordenação de grupos de trabalho para discussão de consultas públicas e elaboração de propostas para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Coordena encontros técnicos com órgãos reguladores e seminários para o aperfeiçoamento dos profissionais que trabalham nas empresas associadas, além da elaboração de manuais técnicos para auxiliar na orientação, no treinamento e no cumprimento da regulamentação sanitária vigente.

Evelinda Marramon Trindade
Médica, graduada pela Universidade Federal de Santa Maria. Doutora em Avaliação de Tecnologia em Saúde (ATS) pelo Departamento de Medicina Preventiva da Universidade de São Paulo (FMUSP). Mestre em Microbiologia e Imunologia para Universidade de Montrael – Canadá. Pesquisadora em ATS. Coordena a Rede Paulista de ATS pelo Núcleo de Avaliação de Tecnologias da Saúde da Coordenadoria de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo. É Presidente do Núcleo de Avaliação de Tecnologias da Saúde da Diretoria Clínica e Superintendência do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (NATS - HCFMUSP) e Coordenadora do Núcleo de Avaliação de Tecnologias da Saúde na Diretoria Executiva do Instituto do Coração do HCFMUSP (NATS-InCor-HC/FMUSP). É consultora para o Ministério da Saúde, Agência Brasileira de Cooperação do Ministério das Relações Exteriores e Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Andrea Gomes de Oliveira Néias Zamberlan
Enfermeira graduada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Mestre em Doenças Tropicais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Especialista em Administração Hospitalar pela UNESP. Especialista em Enfermagem Cardiovascular pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Especialista em Educação Profissional na Área da Saúde pela Fundação Oswaldo Cruz. Foi Diretora do Serviço de Enfermagem do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu e, atualmente, presta serviços à Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo na área da Rede Paulista de Avaliações em Tecnologias em Saúde e das Concessões de Parcerias Público-Privadas do Estado de São Paulo.